FAI   DECEA  ANAC
Acesse sua conta
ou cadastre-se
 › 
 › 
NELSON DE SOUZA
Histórias de Aeromodelistas › NELSON DE SOUZA

Eu, Nelson de Souza e meu irmão Luiz Carlos Santiago de Souza agora com mais de 70 anos, começamos nos anos 50 a praticar o aeromodelismo na ACA –Associação Carioca de Aeromodelismo no Rio de Janeiro.

A ACA foi o “” Ninho das Pequenas Águias do Aeromodelismo no Brasil “” ´na então capital da República situada no Rio de Janeiro. Em 1939 o Cel. Ivo Borges, então Presidente do Aero Clube do Brasil, autorizou a prática do aeromodelismo no Campo de Manguinhos situado na av. Brasil em frente ao Instituto Oswaldo Cruz tão conhecido pelas suas pesquisas, produção de vacinas e seu belo Castelo Mourisco.

Sob a alegação de que os voos do Aeroclube do Brasil colocavam em risco as operações do Aeroporto Internacional do Galeão, o aeroclube foi fechado nos anos 50 e só mais tarde ganharam uma nova sede em Jacarepagua tendo a ACA permanecido no velho espaço do Aero Clube do Brasil.

Os velhos aviões de treinamento básico lá ficaram apodrecendo, muitas vezes nós, jovens aeromodelistas, íamos visitar aquelas máquinas que formaram tantos pilotos civis : eram Fairchilds, Pipers, Aeroncas etc...

A ACA – Associação Carioca de Aeromodelismo foi fundada em 21/10/49 e em 1952, o então Departamento de Correios e Telégrafos lançou um selo em homenagem a Semana da Asa em cuja estampa aparecia a imagem do Sr. Morimoto, proprietário da conhecidíssima loja Hobbylandia e do Sr. Celso Viana, pioneiros do aeromodelismo no Brasil.

Quando começamos a praticar o aeromodelismo na ACA no final dos anos 50 havia uma escolinha de aeromodelismo que ensinava os jovens a montar, voar, e consertar os modelos básicos começando com os pequenos planadores de arremesso manual, passando pelos modelos movidos por elástico retorcido até os aeromodelos movidos com motores a explosão e controlados por dois cabos de aço chamados de “” U control ‘’”.

 

Duas fotos uma do modelo Sabre pilotado pelo meu irmão Luiz Carlos e o modelo Cadete pilotado por mim na pista da ACA na década de 60, vejam o numero das matriculas nas asas.

A escolinha era coordenada pelo Prof. Cesar que não media esforços para incentivar aquele hobby que ensinava os jovens a serem pacientes, cuidadosos, estudiosos e aplicados buscadores de novas técnicas para o progresso do aeromodelismo.

Com certeza, em muitos destes jovens brotou a vocação pela aviação. 

Lá encontrei grandes mestres e aprendi muito com os veteranos Clóvis, campeão de acrobacia U Control com seu modelo Nobler, Didi o melhor na modalidade Team Racing e o Rudolf Koebig grande aeromodelista da época, ainda na ativa, hoje inscrição 29 na COBRA.

Quando foi inaugurado o aterro do Flamengo no Rio de Janeiro, foram construídas pelo poder público duas ótimas pistas de aeromodelismo, voo circular, onde a população carioca teve a oportunidade de conhecer o aeromodelismo e assistir as acrobáticas manobras do velho mestre Rudolf.

Os aeromodelistas daquela época não ficavam satisfeitos em ver seus modelos manobrarem em apenas em um eixo “” up and down””, em seus profundores, queriam fazer curvas de leme e girar num terceiro eixo com seus eleirons como os aviões de verdade.

Começaram então a experimentar recursos que iniciaram a libertar o aeromodelo daquele incômodo par de cabos de aço com os planadores que subiam puxados por um cordão até atingir certa altura e depois se desprendiam e ficavam ao sabor dos ventos até que terminasse a energia cinética acumulada pela altitude.

Alguns possuíam motores movidos a elásticos torcidos e outros até com pequenos motores a explosão.

Com certa frequência os modelos se perdiam caindo em lugares inacessíveis causando prejuízo aos bolsos.

Logo depois a criatividade dos aeromodelistas criou o chamado “timer”, dispositivo que levava um barbante que ia se queimando por um tempo e desarmava um mecanismo movido a elástico que suavemente acionava o profundor para baixo e o leme para um dos lados fazendo o aeromodelo descer em uma suave espiral descendente.

Pouco depois então vieram os primeiros aeromodelos radio controlados a princípio apenas com comando de profundor e leme acionados por relés que comandavam somente para as posição “para cima ” e ” para baixo “ e “esquerda e direita” todos utilizando enormes válvulas que pareciam garrafas de cerveja e precisavam de um tempo para aquecer.

Com a invenção dos minúsculos transistores os transmissores e receptores tornaram-se menores, mais leves e mais eficientes, possibilitando o uso de mais canais e a substituição dos relés de duas ou três posições pelos servos progressivos causando uma revolução no aeromodelismo que já então podia controlar todos os comandos de forma progressiva como nos aviões verdadeiros dando ao aeromodelista a sensação de que estava dentro do avião com todos os comandos a sua disposição.

Os motores para os aeromodelos disponíveis na época eram do tipo “ glow “ de dois tempos movidos a álcool metílico e ´´oleo rícino, de pequena potencia, a maioria importados dos USA e Japão das marcas Fox, OS e Enya e por isto mais caros.

Havia apenas um motor nacional chamado WB 1,5 e 2,5 que não precisava da vela incandescente e tinha uma borboleta no cabeçote que diminuía a câmara de expansão para aumentar a rotação, o seu combustível era querosene, éter sulfúrico e óleo de rícino. O aeromodelismo tinha que ser esperto para não levar uma cacetada no dedo pelo tranco da hélice.

Os primeiros modelos com propulsão a jato foram feitos na ACA – Associação Carioca de Aeromodelismo pelo aeromodelista Adilson Guimarães (Didi) e o Floriano que fabricavam seus próprios motores. 

 

Finalmente agora eu na foto, depois de tanto progresso, e tantas histórias vividas aqui no RCFL –Clube de Aeromodelismo de Floripa. 

CALENDÁRIO COMPETIÇÕES
02
sex
/11
3A-RJ - ASSOCIAÇÃO DE AEROMODELISMO DO A...
Categorias: F2B
02
sex
/11
Categorias: Sigla
11
dom
/11
CCAITU-SP - OSMAR DE BENEDITO FRANCISCHI...
Categorias: F3A
CALENDÁRIO EVENTOS
27
sáb
/10
Descrição: ..
NOVIDADE!
Agora você pode baixar o aplicativo da COBRA em seu celular!
NOVIDADE!
Agora você pode baixar o aplicativo da Confederação Brasileira de Aeromodelismo em seu celular!
Dísponivel para iPhone e Android.
Download para ANDROID
Download para
iPhone
BAIXE OS TUTORIAIS
BONÉ AEROMODELISMO COBRA
INFORMATIVO ONLINE
Preencha os dados e fique por dentro de nossas novidades
CADASTRADO COM SUCESSO!
COMPARTILHAR        


Responsável: Manoel Dearo Dias / CNPJ da COBRA: 42.508.044/0001-77
Endereço: Rua Euclides Xavier de Lima, 105-A, Vila Anita - Limeira/SP - CEP 13484-305
Funcionamento: Segunda à sexta. das 09:00h às 12:00h e das 13:00h as 16:00h
Contato: (19) 98302-7927 / (41) 99985-1384
sites • lojas virtuais • sistemas